Qatar 2022

Marcelo, Costa e Santos Silva no Qatar? "Não deviam ir, deviam dar um sinal de descontentamento"

Loading...

Primeiro-ministro diz que os responsáveis políticos vão ao Qatar apoiar a seleção nacional e não a violação dos direitos humanos.

O comentador da SIC Luís Marques Mendes considera que o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, o primeiro-ministro, António Costa, e o presidente da Assembleia da República, Augusto Santos Silva, não deviam ir ao Qatar apoiar a seleção nacional no Mundial.

No Jornal da Noite da SIC, considerou que deviam dar um sinal de descontentamento.

"Acho que desta vez não deviam ir. Devemos tratar de forma diferente aquilo que é diferente (...). Deviam dar um sinal de descontentamento, de discordância e esse sinal era não irem ao Qatar", afirmou.

A deslocação das mais altas figuras do Estado português ao Qatar para apoiar a seleção nacional tem gerado polémica.

Responsáveis políticos vão ao Qatar apoiar a seleção e não a violação dos direitos humanos, diz Costa

O primeiro-ministro diz que os responsáveis políticos vão ao Qatar apoiar a seleção nacional e não a violação dos direitos humanos.

Já o Presidente da República quis justificar o que disse no final do jogo Portugal-Nigéria. Garantiu que nunca quis desvalorizar a questão e que foi o próprio quem abordou o problema.

Depois da polémica com as declarações de Marcelo Rebelo de Sousa, António Costa conforma-se com a realização do mundial no Qatar e refere que o apoio à seleção acontece seja onde for.

Últimas Notícias
Mais Vistos