Qatar 2022: Portugal

E se Portugal encontrasse o Brasil nos oitavos de final? "Seria um jogo tremendo"

Loading...

Fernando Santos comentou a derradeira partida da fase de grupos e admitiu que não fará muitas modificações na equipa lusa.

Portugal já prepara o jogo da próxima sexta-feira com a Coreia do Sul. Há três baixas na equipa portuguesa: Nuno Mendes, Danilo e Otávio. Depois de garantir o apuramento contra o Uruguai, a seleção nacional quer agora segurar o primeiro lugar do grupo para evitar o Brasil nos oitavos de final.

Uma dúzia foram todos os que pisaram o relvado com o sol a pique sobre o deserto do Qatar, no treino da seleção portuguesa. Os que sobraram estão lesionados, como é o caso de Nuno Mendes, Danilo e Otávio, ou então jogaram grande parte dos 90 minutos que abriram caminho para os oitavos de final.

Falta apenas um ponto para Portugal carimbar a passagem na primeira posição do grupo H, mas a seleção até pode perder desde que o Gana não vença o Uruguai.

As contas são simples, fáceis de colocar em prática, mas isso não significa que contra a Coreia do Sul haverá um Portugal muito diferente do que venceu o Uruguai.

"Muita modificações não farei seguramente. Agora, um ou outro jogador vai precisar de recuperar melhor, mas naturalmente a gente tenta em todos os jogos para ganhar. Temos um imenso respeito pelos adversários e não temos por princípio facilitar o que quer que seja", revelou Fernando Santos em conferência de imprensa.

Bruno Fernandes admitiu que a equipa não vai relaxar apesar de já ter presença garantida na próxima fase.

"O nosso objetivo passava por pensar jogo a jogo, passava por vencer todos os jogos do grupo. Temos mais um e temos que fazê-lo porque, obviamente, queremos ganhar todos os jogos", afirmou o jogador que assinou os dois golos da equipa "das quinas" no encontro frente ao Uruguai.

Se a equipa lusa avançar no primeiro lugar evitará, à partida, o Brasil. Mas se esse duelo se confirmasse "seria um jogo tremendo, duas grandes equipas", apontou o selecionador nacional que acrescentou que o seu "desejo e o desejo do Brasil é que nos encontremos mais tarde".

Depois de mais uma tarde de folga, esta terça-feira, para estar com a família em Doha, a seleção nacional regressa ao trabalho na quarta-feira, já depois de anoitecer em Al Shahania.

Afinal, é preciso manter os ritmos biológicos já que o jogo de sexta-feira com a Coreia do Sul volta a ser de noite, em Doha.

Últimas Notícias