Orçamento do Estado

Orçamento do Estado. “Esta tensão é uma encenação para efeitos de jogo político”

A análise de Cristina Figueiredo, editora de política da SIC.

A Assembleia da República debateu e aprovou esta quarta-feira, na generalidade, a proposta do Governo de Orçamento do Estado para 2021, apenas com os votos favoráveis da bancada parlamentar do PS.

Cristina Figueiredo considera que a razão pela qual o Bloco de Esquerda votou contra prende-se com o Governo “fazer muitas promessas que consecutivamente não cumpre”, indicando que o ponto principal da discussão é o Serviço Nacional de Saúde (SNS), sobretudo numa altura de pandemia.

A editora de política da SIC explica que o Orçamento não responde às reivindicações do Bloco para um SNS com mais força e mais investimento e que conta apenas com promessas às quais não dá garantias de cumprimento.

Sobre a tensão política, considera que é uma encenação para “efeitos de jogo político”. Diz que há de facto reivindicações do BE que o Governo não pode atender e que o partido quer “à força toda” que sejam cumpridas, mas que a tensão é “encenada”.

Veja também: