Orçamento do Estado

Orçamento do Estado: Governo deverá aceitar aumento de 10 euros nas pensões mais baixas

(Arquivo)

A SIC sabe que a proposta deverá ser feita pelo PCP para incluir durante a discussão na especialidade.

O Governo deverá aceitar um aumento extraordinário das pensões mais baixas, até 10 euros, à semelhança do que aconteceu nos últimos anos. A SIC sabe que a proposta deverá ser feita pelo PCP para incluir durante a discussão na especialidade, mas não deverá ser incluída no texto inicial do Orçamento do Estado.

Desgravar o IRS para a classe média

A SIC sabe também que o Ministério das Finanças poderá incluir no OE o desdobramento do terceiro e do sexto escalões do IRS. Estes são os escalões que apresentam a maior diferença entre o valor mínimo e o valor máximo. O objetivo é desgravar o IRS para a classe média.

O Governo vai também aumentar a dedução especifica em IRS pelo segundo filho e seguintes. O abono de família vai ser aumentado nos escalões mais baixos de rendimentos e o regime de IRS jovem vai ser alargado.

Regime de IRS jovem alargado

Atualmente beneficiam deste regime os jovens que entram no mercado de trabalho nos primeiros três anos. Este regime poderá ser alargado até cinco anos.

Ao que a SIC apurou, para as empresas que invistam haverá um aumento da dedução do IRC.

Costa no Parlamento num debate já marcado pelo Orçamento do Estado

O primeiro-ministro participa esta quinta-feira em mais um debate parlamentar sobre política geral, que ocorre quatro dias antes da apresentação do Orçamento para 2022, esperando-se um discurso centrado na recuperação económica do país pós-pandemia de covid-19.

Este será o primeiro debate da presente sessão legislativa com a presença de António Costa, num momento em que Governo, PCP, PEV, Bloco de Esquerda e PAN ainda estão longe de concluir o processo negocial para a viabilização da proposta de Orçamento do Estado para 2022, documento que entrará na Assembleia da República na próxima segunda-feira.

Especial Orçamento do Estado

Veja também: