Orçamento do Estado

Miguel Albuquerque confirma que deputados do PSD/Madeira vão votar alinhados com o partido

Miguel Albuquerque confirma que deputados do PSD/Madeira vão votar alinhados com o partido
Luís Montenegro já tinha anunciado que o partido votaria contra a proposta de Orçamento do Estado para 2023 por considerar que este não tem remendo e é um documento “de desesperança”.

Os três deputados do PSD/Madeira na Assembleia da República vão votar contra a proposta de Orçamento do Estado para 2023 (OE2023), confirmou esta quinta-feira o líder da estrutura regional do partido, Miguel Albuquerque.

"Os deputados vão votar alinhados com o partido a nível nacional. Vão votar contra", disse, sem tecer mais comentários.

Miguel Albuquerque, que é também presidente do Governo Regional da Madeira, de coligação PSD/CDS-PP, falava à margem da Cimeira da Transformação Digital 2022, um evento organizado pela UNINOVA e pelo Madeira Digital Health and Wellbeing, que decorre até sexta-feira no Funchal.

No dia 12 de outubro, o presidente do PSD, Luís Montenegro, anunciou que o partido votaria contra a proposta de Orçamento do Estado para 2023, considerando que este não tem remendo e é um documento "de desesperança" de um Governo de "braços caídos".

Um dia depois, o PSD/Madeira indicou, no parlamento regional, que o OE2023 é "um embuste, um engano e uma fábula" e que volta a fazer uma "discriminação punitiva" entre as duas regiões autónomas.

De acordo com a proposta, a Madeira vai receber 226 milhões de euros ao abrigo da Lei das Finanças Regionais, mais nove milhões do que em 2022.

O Governo da República prevê ainda transferir para a região até 22,3 milhões euros para apoio à construção do novo Hospital Central e Universitário da Madeira e aquisição de equipamento médico.

A proposta de Orçamento do Estado para o próximo ano será votada na generalidade esta tarde e tem aprovação garantida, uma vez que o PS tem maioria absoluta no parlamento, seguindo depois para a fase de especialidade e tem votação final global agendada para 25 de novembro.

Últimas Notícias