Sarampo

IGAS quer saber se hospital de Cascais cometeu erros

A Inspeção-Geral de Saúde abriu um inquérito para apurar se houve falhas no Hospital de Cascais que levaram ao contágio por sarampo de cinco profissionais de saúde e uma jovem de 17 anos, que acabou por morrer. O ministro da Saúde diz que a situação está a estabilizar: nos últimos oito dias, foi registado apenas um caso. Nove das 21 pessoas contagiadas por sarampo não foram vacinadas.