Vacinar Portugal

Há medicamentos que tomamos no dia a dia com efeitos mais graves do que os da vacina da AstraZeneca

Qualquer medicamento aprovado é sempre um equilíbrio entre o benefício e o risco.

Para a maioria dos cientistas a medida de suspensão da vacina da AstraZeneca é uma decisão meramente política e, para já, sem evidência científica que justifique os prejuízos que terá no processo de vacinação.

Alguns dos medicamentos que habituamente tomamos como seguros têm efeitos secundários mais graves do que aqueles que foram até agora apontados à vacina.