Vacinar Portugal

Mais de meio milhão de portugueses com vacinação completa contra a covid-19

RODRIGO ANTUNES

Mais de 1,1 milhões já receberam a primeira dose da vacina.

Perto de meio milhão de pessoas têm a vacinação completa contra a covid-19 e mais de 1,1 milhões já receberam a primeira dose da vacina, indica o relatório semanal da Direção-Geral da Saúde (DGS) divulgado esta quarta-feira.

Segundo a DGS, 500.275 portugueses já receberam as duas doses da vacina contra o vírus SARS-CoV-2, o que equivale a 5% da população, tendo já sido administrada a primeira toma a 1.196.971 pessoas (12%).

O sétimo relatório da DGS indica ainda que, na última semana, 20.918 pessoas ficaram com a vacinação completa e que outras 252.979 foram vacinadas com a primeira dose.

No total, Portugal já recebeu 1.888.850 vacinas contra a covid-19, tendo sido distribuídas pelos postos de vacinação do país 1.753.999.

Vacinação por grupos etários

Por grupos etários, 80% dos idosos com 80 ou mais anos (539.633 pessoas) já receberam a primeira toma da vacina e 33% (223.614) já têm a vacinação completa com as duas tomas.

Na faixa entre os 50 e os 64 anos, 11% (244.942) foram vacinados com a primeira dose e 04% (81.913) receberam as duas doses.

No grupo entre os 65 e os 79 anos, 09% (149.459) já recebeu a primeira dose, enquanto apenas 03% (43.673) tem a vacinação completa contra a covid-19.

Vacinação por regiões

Por regiões, no Norte já foram vacinadas 540.497 pessoas, 90.189 das quais na última semana, seguindo-se Lisboa e Vale do Tejo, onde 536.868 pessoas receberam a vacina (+95.190).

Já na região Centro, foram administradas vacinas a 363.350 pessoas, mais 51 mil do que na última semana, tendo sido vacinadas no Alentejo 111.225 (+13.866) e no Algarve 64.670 (+13.579).

Relativamente às regiões autónomas, a DGS avança que nos Açores já foram administradas 26.683 doses de vacina (+3.793) e na Madeira um total de 46.043 (+5.461).

A DGS refere que, no arquipélago açoriano, foi identificado um atraso entre as vacinas administradas e o seu registo, "pelo que os indicadores apresentados para os Açores poderão estar subestimados".

Recuperados da covid-19 vacinados a partir da 2.ª fase

A vacinação em massa contra a covid-19 vai arrancar no segundo trimestre. Os pormenores do plano estão a ser ultimados, mas quem já esteve infetado vai poder receber a vacina.

Será também a partir de abril que o agendamento da vacina passará a ser feito pela própria pessoa, através de inscrição no site do Serviço Nacional de Saúde.

Poderá escolher uma hora e dia, bem como o local, que não tem de ser na área do centro de saúde onde está inscrito.

Entre abril e maio, está definido pelos responsáveis do plano de vacinação o objetivo de poder vacinar até 100 mil pessoas por dia.

Grupos prioritários vacinados até 11 de abril

Os grupos prioritários deverão estar praticamente todos vacinados contra a covid-19 até dia 11 de abril. A data foi avançada esta quarta-feira pelo vice-almirante Gouveia e Melo, numa audição na Assembleia da República.

O coordenador da task force do plano de vacinação admite que poderão faltar algumas pessoas por dificuldades de contacto e explica também por que é que os professores já começaram a ser vacinados.

Sobre as preocupações em relação à AstraZeneca, sublinha que a Agência Europeia do Medicamento mantém a confiança na vacina e, por isso, afasta uma nova suspensão.

O coordenador da task force diz ainda que é ao Infarmed que cabe decidir sobre compra de vacinas, mas insiste que só podem ser usadas em Portugal as que estão aprovadas a nível europeu.

Veja também: