Vacinar Portugal

Covid-19. Marta Temido lembra que vacinas “são eficazes e seguras, mas não são milagres”

A ministra da Saúde afirma que é importante continuar a ter cuidados.

A ministra da Saúde afirmou esta quarta-feira que as vacinas têm um potencial de efetividade que começa nos 70%, mas que, por si só, “não são milagres”. Marta Temido lembra que servem para reduzir a possibilidade de contrair a doença e formas graves da mesma, mas que continua a existir uma margem de risco.

Considera, por isso, que é necessário continuar atento e adotar outras estratégias, como a testagem e “medidas não farmacológicas”, para tentar travar o aumento de casos de covid-19 que se tem observado na última semana.

“A periodicidade dos testes depende da exposição ao risco. Um teste semanal para alguém em teletrabalho sem contactos sociais poderá não ser necessário. O que pedimos é que, beneficiando da gratuitidade de testes, as pessoas realizem testes antes de se submeterem a exposição de risco.”

Sobre a vacinação, informa ainda que o país já está a adquirir quantidades suficientes de vacinas para 2022 sob a perspetiva de que haverá necessidade de fazer reforços da vacinação contra a covid-19.