Vacinar Portugal

Covid-19. Pais e profissionais de saúde pedem orientações claras sobre vacinação de jovens dos 12 aos 15 anos

Enquanto não chega o guião de respostas da DGS vão-se acumulando perguntas sobre a vacinação de adolescentes dos 12 aos 15 anos.

Quando é que avança? Quais são as doenças elegíveis? Quando vão ser divulgadas?

As dúvidas tanto sobre as vantagens de vacinar adolescentes saudáveis, como sobre a recomendação da DGS para a vacinação prioritária de jovens com comorbilidades vão surgindo. E enquanto não chega o guião de respostas, vão-se acumulando perguntas sobre a vacinação de adolescentes dos 12 aos 15 anos.

Entre os profissionais de saúde há quem questione, antes de mais, qual é a pressa? Muitos especialistas defendem que não deve haver pressa para vacinar adolescentes saudáveis. Já no terreno pedem-se orientações claras: "Ao menos que digam quais são as doenças que estão em causa".

A DGS prefere esperar por dados mais sólidos sobre riscos e benefícios da vacinação nesta faixa etária antes de fechar a norma a seguir. Quer mais informação, desde logo sobre o potencial de transmissão entre os mais novos e sobre os casos de inflamação cardíaca detetados em adolescentes depois da toma da vacina.

Nos últimos dias, os centros de saúde têm sido bombardeados com telefonemas de pais a pedir conselhos e informações sobre a vacinação dos filhos. Perguntas para as quais nem os médicos têm ainda resposta.

Veja também: