Vacinar Portugal

"Conheci miúdos em pânico com medo que o pai ou a mãe, que estavam no hospital, tivessem sido contagiados por eles"

Entrevista SIC Notícias

António Sarmento, diretor de Infecciologia do Hospital de São João e membro da comissão técnica de vacinação covid, em entrevista à SIC Notícias.

António Sarmento, diretor de Infecciologia do Hospital São João e membro da comissão técnica de vacinação covid, considera que é importante avançar com a vacinação dos jovens entre os 12 e os 15 anos.

"Pode trazer-nos tranquilidade", afirma, salientando que a "DGS trabalha com vacinas há mais de 40 anos".

A Direção-Geral da Saúde (DGS) recomendou esta terça-feira a vacinação de todos os adolescentes dos 12 aos 15 anos.

O também professor da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto considera que Portugal tem dos melhores planos de vacinação do mundo.

O especialista explica que, nas últimas semanas, acumulou-se "imensa experiência" em relação à vacinação desta faixa etária, exemplificando com 9 milhões de crianças vacinadas nos Estados Unidos, e esclarece que "se houvesse algum problema significativo, tinha lançado o alarme".

António Sarmento salienta ainda o "peso psicológico" de crianças e jovens, se infetarem outras pessoas:

"Conheci miúdos que estavam em pânico com medo que o pai ou a mãe, que estavam no hospital, tivessem sido contagiados por eles".

Sobre os testes serológicos, esclarece que apesar de haver pessoas com "serologias negativas ou baixos anticorpos", não significa que estejam mal protegidos:

"A prova de imunidade não está só nos anticorpos. Há pessoas que podem ter baixa ou não ter e terem uma memória imunológica que as proteja".

  • 6:47