A vacinação em Portugal e no Mundo

Covid-19. Idade vai ser critério prioritário na segunda fase de vacinação

Alejandro Garcia

DGS diz que o plano de vacinação é "dinâmico e adaptável".

A idade vai ser o critério prioritário da segunda fase de vacinação contra a covid-19. A confirmação foi dada esta quinta-feira à SIC pela Direção-Geral da Saúde (DGS).

A DGS esclarece que, na segunda fase, a vacinação vai ser feita por idades, com o critério da faixa etária decrescente, ou seja, os mais velhos primeiro, e, em paralelo, a vacinação de pessoas com pelo menos uma das patologias identificadas para a fase dois.

Para esta fase, as autoridades contam com um aumento das doses de vacinas disponíveis.

Na mesma nota, a DGS refere ainda que o plano de vacinação é "dinâmico e adaptável" à evolução epidemiológica e científica e ainda à disponibilidade de vacinas contra o vírus.

"É preciso acabar com a vacinação por grupos de doenças e avançar para a vacinação por idades"

O vice-almirante Gouveia e Melo tinha dito, em entrevista ao Jornal Público e à Rádio Renascença, que "é preciso acabar com a vacinação por grupos de doenças e avançar para a vacinação por idades".

O líder do grupo de trabalho responsável pelo plano de vacinação contra a covid-19 foi ainda mais longe e disse que "não faz sentido ficar a maior parte da população à espera que se vacinem os grupinhos todos". Dessa forma, garantiu, vão "acumular-se doses em armazém que podiam estar a proteger pessoas".

A posição do vice-almirante refere-se à metodologia da segunda fase da campanha de vacinação, cujo primeiro teste de funcionamento deve acontecer na terceira semana de abril.