A vacinação em Portugal e no Mundo

Maioria das vacinas protege contra a variante Delta

Andreia Melo

Andreia Melo

Jornalista

Só ainda não há estudos publicados sobre a eficácia da vacina da Johnson & Johnson.

Com os casos de covid-19 associados à variante delta a aumentar em todo o mundo, impõe-se a pergunta: a vacina que tomei ou vou tomar protege-me desta variante?


A Moderna revelou esta terça-feira que a vacina que produz mostrou criar anticorpos contra a variante primeiro identificada na Índia.


As vacinas da Pfizer e da AstraZeneca mostram garantir elevada proteção, mas só depois de tomadas as duas doses. Contra o risco de hospitalização, a eficácia é de 96% e de 92%, respetivamente.


Também a vacina russa Sputnik V, que não é administrada em Portugal, revelou uma proteção de 90% contra a variante Delta.

Em Portugal, esta variante já representa 56% dos novos casos registados no país. Em apenas um mês, registou uma subida galopante e deve tornar-se dominante em todo o país nas próximas semanas.


Esta variante com origem na Índia é mais transmissível e aumenta a probabilidade de internamento.

Veja também: