Os números da Covid-19

Portugal com mais duas mortes e 973 novos casos de covid-19 em 24 horas

Pedro Nunes

Desde 6 de março que não se registavam tantos casos em 24 horas.

Portugal contabiliza esta terça-feira duas mortes e 973 novos casos de covid-19, segundo o relatório diário da Direção-Geral da Saúde (DGS).

Desde 6 de março que não se registavam tantos casos em 24 horas. Nesse dia, foram confirmados 1.007.

Desde o início da pandemia, Portugal já registou 17.049 mortes e 859 045 casos de infeção pelo vírus SARS-CoV-2, estando hoje ativos 25 493 casos, mais 90 em relação a ontem.

O boletim da DGS revela que estão internados 346 doentes, mais 6 do que ontem. Nos cuidados intensivos estão 79 doentes, mais 2.

Os dados indicam ainda que mais 881 doentes foram dados como recuperados, fazendo subir para 816 503 o número total de recuperados desde o início da pandemia em Portugal, em março de 2020.

As autoridades de saúde têm sob vigilância 32 205 contactos, mais 1.830 relativamente ao dia anterior.

Índice de transmissibilidade e de incidência

O índice nacional de transmissibilidade (Rt) do coronavírus SARS-CoV-2 é de 1,09 e a taxa de incidência nacional é de 84,5.

Os dados dos indíces R(t) e da incidência são atualizados à segunda-feira, quarta-feira e sexta-feira.

Os números por regiões

A maior parte dos novos casos de infeção (629) foi diagnosticada na região de Lisboa e Vale do Tejo.

Na região de Lisboa e Vale do Tejo contam-se até agora 327.041 casos de infeção e 7.227 mortes com covid-19, uma das quais nas últimas 24 horas.

A região Norte tem hoje 147 novas infeções por SARS-CoV-2 e uma morte, totalizando 342.464 casos de infeção e 5.359 mortes desde o início da pandemia.

Na região Centro registaram-se mais 89 casos, acumulando-se 120.606 infeções, e 3.025 mortos.

No Alentejo foram assinalados mais 32 casos, totalizando 30.470 infeções e 971 mortos desde o início da pandemia.

Na região do Algarve o boletim de hoje revela que foram registados 36 novos casos, acumulando-se 22.689 infeções e 364 mortos.

A região Autónoma da Madeira registou 12 novos casos, totalizando 9.801 casos e 69 mortes com covid-19 desde março de 2020.

Os Açores têm hoje 28 novos casos e contabilizam 5.827 casos e 33 mortos desde o início da pandemia.

As autoridades regionais dos Açores e da Madeira divulgam diariamente os seus dados, que podem não coincidir com a informação divulgada no boletim da DGS.

Os números por faixa etária

O novo coronavírus já infetou em Portugal pelo menos 467.843 mulheres e 390.796 homens, mostram os dados da DGS, segundo os quais há 406 casos de sexo desconhecido, que se encontram sob investigação, uma vez que esta informação não é fornecida de forma automática.

Do total de vítimas mortais, 8.954 eram homens e 8.095 mulheres.

O maior número de óbitos continua a concentrar-se nos idosos com mais de 80 anos, seguidos da faixa etária entre os 70 e os 79 anos.

Portugal pode estar "a caminho" de ser um dos países da UE com maior incidência

Portugal poderá estar "a caminho" de ser um dos países da União Europeia "com maior incidência" de casos de covid-19 devido à variante Delta do SARS-CoV-2, disse esta terça-feira à Lusa o matemático especialista em epidemiologia Óscar Felgueiras.

O investigador da Universidade do Porto, afirmou que "Portugal está a caminho de ser um dos países com maior incidência na União Europeia", considerando, no entanto, que o "impacto hospitalar" do crescimento do número de casos será moderado pela vacinação.

Lisboa com mais de 240 casos por cem mil habitantes está em risco de recuar no desconfinamento

Lisboa está acima dos 240 casos por 100 mil habitantes, revelou o coordenador para a covid-19 na região de Lisboa e Vale do Rejo numa entrevista à RTP3. No entanto, não é caso único na região, com Sesimbra a ultrapassar também a linha vermelha.

Numa entrevista à SIC Notícias, Duarte Cordeiro indicou que muitos concelhos da Área Metropolitana de Lisboa estão com mais 120 casos por cem mil habitantes e que o risco de contágio se mantém em crescimento.

Portugal com 214 surtos ativos, 81 dos quais em estabelecimentos de ensino

Portugal registava, na segunda-feira, 241 surtos ativos de covid-19 em Portugal continental, 81 dos quais em estabelecimentos de educação e ensinos, dados que contrastam com o máximo atingido em fevereiro deste ano (921), segundo dados da DGS.

Mais de metade dos surtos ativos registavam-se na segunda-feira na Região de Lisboa e Vele do Tejo, com 168, enquanto a Região Norte tinha 30 surtos, o Algarve 23, o Alentejo 13 e a região Centro sete, precisa a Direção-Geral da Saúde (DGS) numa resposta enviada à agência Lusa.

De acordo com os dados da DGS, 84 surtos ativos eram em estabelecimentos de educação e ensino dos setores público e privado, que englobam escolas, ensino superior, creches e demais equipamentos sociais.

Mais de 3,8 milhões de mortos no mundo

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 3.805.928 mortos no mundo, resultantes de mais de 175,8 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A covid-19 é uma doença respiratória causada pelo novo coronavírus SARS-CoV-2 detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

A grande maioria dos pacientes recupera, mas uma parte evidencia sintomas por várias semanas ou até meses.

Links úteis

Mapa com os casos a nível global