Violência em Moçambique

"Traumatizadas, em estado de choque". Mais de 9 mil pessoas fugiram dos ataques em Moçambique

Milhares de pessoas ainda caminham na floresta em busca de lugares seguros.

Mais de 9 mil pessoas, metade das quais crianças, fugiram de Palma por causa dos ataques jihadistas dos últimos dias no norte de Moçambique.

Os deslocados que chegam a Pemba estão em estado de choque.

Milhares de pessoas ainda caminham na floresta em busca de lugares seguros. Um número desconhecido de deslocados está em Quitunda, a 15 quilómetros a sul de Palma.

De acordo com dados das Nações Unidas, nos últimos três anos, cerca de 700 mil pessoas fugiram do norte de Moçambique.