Mundo

Líder birmanesa vai defender Myanmar na ONU de acusações de genocídio

Nguyen Huy Kham

O chefe de uma missão da Nações Unidas em Myanmar disse, no mês passado, existir "um sério risco de genocídio recorrente".

A responsável birmanesa e prémio Nobel da Paz Aung San Suu Kyi vai liderar uma delegação para tentar defender o país junto do mais alto tribunal da ONU, sob crescente pressão jurídica sobre a minoria muçulmana rohyngya.


Aung San Suu Kyi "vai liderar a equipa que vai a Haia defender os interesses de Myanmar [antiga Birmânia] ", indicou, num comunicado publicado na rede social Facebook, o gabinete da responsável.


No passado dia 11, a Gâmbia abriu um processo no Tribunal Internacional de Justiça, em Haia, na Holanda, contra aquilo que considera ser um genocídio praticado em Myanmar contra os rohingya.


O caso foi apresentado pela Gâmbia em nome da Organização de Cooperação Islâmica.


Desde o final de agosto de 2017, cerca de 740 mil pessoas da etnia rohingya, de religião muçulmana, perseguidos pelas forças armadas birmanesas e por milícias budistas, fugiram de Myanmar para se refugiarem, sobretudo, no Bangladesh.


Num relatório apresentado em setembro, os investigadores das Nações Unidas defenderam que o caso devia ser encaminhado para o Tribunal Internacional de Justiça.


No processo agora apresentado alega-se que a campanha de Myanmar contra os rohingya inclui "matar, causar sérias lesões físicas e mentais", impor medidas para "evitar nascimentos" e transferências forçadas, ações que são consideradas genocidas porque têm a intenção de destruir o grupo "como um todo ou em parte".

Lusa

  • 140 mortos e 6.408 casos de Covid-19 em Portugal

    Coronavírus

    O último balanço da DGS refere a existência de 140 mortes e 6.408 infetados com o novo coronavírus em Portugal. Mais 21 óbitos e 446 casos em relação a ontem, o que representa um aumento de 7,5% no número de casos. Arrancou hoje um programa de testes à Covid-19 em todos os lares de idosos do país. A medida do Governo visa evitar novos focos de contágio. Siga aqui ao minuto as últimas informações sobre a pandemia.

    Direto

    SIC Notícias