Mundo

Japão mantém visita do Presidente da China apesar do surto de coronavírus

Jae C. Hong

Visita oficial de Xi Jinping está prevista para abril e é a primeira desde que assumiu cargo de Chefe de Estado chinês.

O ministro porta-voz do executivo nipónico, Yoshihide Suga

O ministro porta-voz do executivo nipónico, Yoshihide Suga

Eugene Hoshiko

O Governo japonês afirmou hoje que, apesar do surto do novo coronavírus (Covid-19), se mantém a realização da visita do Presidente da China em abril e da cimeria com o primeiro-ministro do Japão.

O ministro porta-voz do executivo nipónico, Yoshihide Suga, indicou que Tóquio "continua a preparar" a visita oficial de Xi Jinping, apesar do surto de Covid-19, que surgiu no final de 2019, em Wuhan, capital da província chinesa de Hubei (centro).

Responsáveis dos Ministérios dos Negócios Estrangeiros dos dois países mantiveram no sábado passado uma reunião preparativa da visita de Xi e do encontro com o chefe do Governo japonês, Shinzo Abe, disse Suga, em conferência de imprensa.
Ainda não há uma data exata para a visita, que seria a primeira desde que Xi assumiu o cargo de Presidente da China, disse.

Contudo, Tóquio "segue com atenção" os desenvolvimentos da situação na China e, em particular, o possível adiamento da sessão plenária do órgão máximo legislativo da China, o mais importante evento anual da agenda política chinesa.

Segundo a agência noticiosa oficial Xinhua, o Comité Permanente da 13.ª Assembleia Nacional Popular (ANP) vai deliberar uma proposta de adiamento da sessão plenária, cujo inicio estava previsto para 05 de março.

O Comité Permanente da ANP vai debater o adiamento, na próxima semana, em Pequim.

O número de mortos devido ao novo coronavírus (Covid-19) na China continental subiu hoje para 1.868, ao mesmo tempo que foram registados 1.886 novos casos de infeção, num total de 72.436 infetados, foi anunciado.

Além das vítimas mortais no continente chinês, há a registar um morto na região chinesa de Hong Kong, um nas Filipinas, um no Japão, um em França e um em Taiwan.

Veja também: