Mundo

Tribunal ordena adiamento de quatro execuções nos EUA 

Uma estava prevista para esta segunda-feira.

Um tribunal de Washington ordenou esta segunda-feira um novo adiamento de quatro execuções de condenados á morte, a algumas horas de ocorrer a primeira execução com injeção letal numa prisão federal no estado de Indiana.

A juíza Tanya Chutkan considerou que ainda existem questões legais a resolver e que "não é do interesse público saltar etapas do processo judicial legítimo".

O Departamento de Justiça já recorreu para o Tribunal de Apelação dos Estados Unidos da zona da capital norte-americana.

A sustentar a decisão, a juíza disse que os presos apresentaram provas de que o plano do governo de utilizar apenas o medicamento pentobarbital nas execuções "representa um risco significativo de grande dor o que é inconstitucional".

Primeira execução federal em 17 anos estava marcada para esta segunda-feira

A decisão de voltar a suspender as execuções ocorre um dia depois de um tribunal federal de apelo ter levantado a proibição temporária da execução de Daniel Lewis Lee, que estava marcada para esta segunda-feira as 16:00 locais (21:00 em Lisboa). O preso foi condenado em 1996 pelo assassínio de um casal e da sua filha de oito anos.

A execução em Terre Haute, Indiana, seria a primeira realizada a nível federal desde 2003.

Duas outras execuções estavam previstas esta semana e uma quarta para 28 de agosto.