Mundo

Trump diz não ter provas do envenenamento de Navalny

"Ainda não temos provas, mas vou ver".

O Presidente dos Estados Unidos diz não ter provas de que o opositor russo Alexei Navalny foi envenenado.

“Não sei ao certo o que aconteceu. Acho que é trágico, é terrível, não devia acontecer. Ainda não temos provas, mas vou ver”, explicou.

Trump diz ainda que se deveria falar mais na China do que na Rússia porque “a China anda a fazer coisas piores”.

Governo alemão confirmou envenenamento

Na quarta-feira, o governo alemão confirmou que o opositor do regime russo Alexei Navalny foi envenenado com uma substância da família do Novichok, o mesmo produto utilizado em 2018 no envenenamento do espião russo Sergei Skripal e da filha.

Principal opositor do Presidente russo, Vladimir Putin, conhecido pelas investigações anticorrupção a membros da elite russa, Alexei Navalny, 44 anos, está internado, em coma, desde 20 de agosto. O político sentiu-se mal durante um voo de regresso a Moscovo, após uma deslocação à Sibéria.

Foi primeiro internado num hospital de Omsk, na Sibéria, tendo sido transferido, posteriormente, para o hospital universitário Charité, em Berlim.

  • 2:34