Mundo

Portugueses no Reino Unido esperam meses por marcação no consulado

O problema já não é novo, mas a pandemia afetou ainda mais o funcionamento dos serviços.

A espera dos emigrantes portugueses no Reino Unido por um agendamento nos consulados de Portugal em Londres e em Manchester faz desesperar. Os problemas não vêm de agora, mas a pandemia afetou seriamente o funcionamento dos serviços.

A fila à porta do consulado em Londres é uma consequência da pandemia, uma vez que a sala de espera é limitada a seis pessoas. Mas a espera não é a pior parte: conseguir marcação é um verdadeiro desafio.

Desde julho que o consulado aumentou os postos de atendimento e as queixas diminuíram. Mas o confinamento da primavera levou ao cancelamento de 10 mil agendamentos não urgentes.

O Ministério dos Negócios Estrangeiros está a par do problema e anunciou que vai reforçar o centro de atendimento consular sediado em Lisboa. Também o consulado vai contratar mais quatro assistentes.