Mundo

Papa Francisco pede perdão “por tanta destruição e crueldade” no Iraque

O Sumo Pontífice está a realizar uma visita oficial ao país.

O Papa Francisco discursou esta sexta-feira no palácio presidencial iraquiano, à chegada ao Iraque para a visita oficial ao país. Pediu perdão por toda a violência que o país já viveu e pediu aos atuais líderes que garantam os direitos fundamentais a todos os cidadãos.

“Venho como penitente, que pede perdão ao Céu e aos meus irmãos por tanta destruição e crueldade. Venho como um peregrino da paz em nome de Cristo, o Príncipe da Paz”, disse o sumo pontífice no discurso de chegada.

Deixou ainda uma mensagem para “todos os grupos políticos, sociais e religiosos” do Iraque, um país que “tem procurado criar os alicerces para uma sociedade democrática”.

“É indispensável garantir a participação de todos os grupos políticos, sociais e religiosos e garantir os direitos fundamentais de todos os cidadãos. Que ninguém seja considerado um cidadão de segunda categoria. Encorajo os avanços feitos até agora neste percurso e espero que reforcem a serenidade e a concórdia”, afirmou.