Mundo

Guterres destaca apoio do Príncipe Filipe a 800 causas de ambiente e educação

POOL New

O secretário-geral da ONU prestou homenagem ao Príncipe Filipe.

O secretário-geral da ONU, António Guterres, prestou homenagem ao Príncipe Filipe, falecido sexta-feira no Reino Unido, destacando o seu envolvimento em 800 organizações ligadas ao ambiente, educação, desporto e de outras áreas.

Em declaração divulgada através do seu porta-voz, Stephane Dujarric, Guterres transmitiu as suas condolências e enalteceu o "trabalho ativo para a melhoria da Humanidade" desenvolvido pelo Duque de Edimburgo, príncipe consorte da Rainha Isabel II.

O secretário-geral da ONU citou o apoio do Príncipe Filipe ao trabalho da Rainha Isabel II, ao longo de mais de 60 anos, e "a sua dedicação a causas beneficentes, como patrono de cerca de 800 organizações, em particular as voltadas para o meio ambiente, indústria, desporto e educação".

O duque de Edimburgo morreu esta sexta-feira aos 99 anos, anunciou o Palácio de Buckingham.

O príncipe, que ia completar 100 anos em 10 de junho, tinha saído recentemente do hospital, onde foi submetido a uma intervenção cirúrgica devido a problemas cardíacos, e regressado a Windsor.

Conhecido pelo seu sentido de humor particular, Filipe de Mountbatten, nascido com o título de príncipe da Grécia e da Dinamarca, é o consorte mais antigo da história da monarquia britânica.

Em 2017, o duque de Edimburgo afastou-se das funções públicas.

Desde então, tornou-se cada vez mais raro ver o príncipe Filipe em público, exceto quando participou em grandes eventos familiares.