Mundo

Flor-cadáver atrai milhares de pessoas a jardim botânico na Polónia 

PAWEL SUPERNAK

O desabrochar da amorphophallus titanum é um momento raro e imprevisível.

Uma amorphophallus titanum, uma planta gigante e rara também conhecida como flor-cadáver, atraiu milhares de pessoas a um jardim botânico de Varsóvia, na Polónia, onde esperaram várias horas para a ver desabrochar.

A planta, que emite um odor a cadáver para atrair insetos polinizadores que se alimentam de carne, desabrochou no domingo e, na segunda-feira, já estava a murchar.

Para quem quisesse evitar o cheiro e as multidões, ou simplesmente não pudesse estar presente, a Universidade de Varsóvia divulgou um vídeo, na internet, que mostrou o momento em que a flor desabrochou.

Segundo a Associated Press, milhares de pessoas fizeram fila durante a noite de domingo para segunda-feira, de modo a conseguirem ver a flor-cadáver e tirar uma fotografia.

PAWEL SUPERNAK

A planta com flores tem a maior inflorescência não ramificada do mundo, que pode ter até 3 metros de altura. O desabrochar da flor é um momento raro e imprevisível, que pôde ser assistido este domingo na Polónia.

A planta só cresce na natureza nas florestas tropicais de Sumatra, na Indonésia, mas está em vias da extinção devido à desflorestação. O cultivo em jardins botânicos tem ajudado na sua preservação.

  • Dentro do coração
    4:23

    Futuro Hoje

    Há 7 anos no Futuro Hoje mostrámos pela primeira vez um pacemaker que se instala dentro do coração. Em Portugal há muitas pessoas a quem este aparelho salvou a vida. Só o Dr. Diogo Cavaco, cardiologista que introduziu esta técnica no país, já instalou mais de cem aparelhos destes.