Mundo

Shirley Pinto, uma das primeiras deputadas surdas

Correspondente SIC

Jovem deputada recebeu a SIC no seu escritório em Telavive, Israel.

É raro, mas é já uma realidade a comunidade surda ter representantes políticos nos Parlamento e nos Governos. A israelita Shirley Pinto, descendente de portugueses, foi uma das primeiras a consegui-lo. No seu escritório em Telavive, a jovem deputada recebeu o correspondente da SIC Henrique Cymerman.

A sua entrada no Parlamento causou emoção até em deputados de partidos rivais. A deputada israelita Shirley Pinto faz história em Israel ao converter-se na primeira deputada surda e muda da história do país.

A jovem parlamentar pertence ao partido Yamina do primeiro-ministro Naftali Bennett e teve um êxito muito pouco comum. Até mesmo os partidos rivais aplaudiram, num Parlamento mais habituado a intensas discussões entre a coligação e a oposição.

No Parlamento, tenta promover uma agenda de apoio às pessoas com necessidades especiais em geral e com deficiências auditivas em particular.

Com 32 anos, casada e com um filho, cresceu com pais surdos e mudos, mas foi educada em escolas normais. Ativista social, fundou em 2016 o Centro Israelita de Estudo das Deficiências Auditivas.

Veja também: