Mundo

França e Grécia enviam meios aéreos para combater incêndio na Sardenha

Na região norte de Itália, os condutores foram surpreendidos pela queda de granizo.

França e Grécia já enviaram meios aéreos para ajudar a combater o incêndio de grandes dimensões na Sardenha, em Itália. O presidente da região descreve a situação como um desastre sem precedentes. As imagens desta reportagem podem chocar os mais sensíveis.

Em poucos dias, o incêndio de grandes dimensões que atinge a ilha italiana da Sardenha deixou um rasto de destruição e prejuízos: casas, carros, vegetação, pouco restou na passagem do fogo.

No terreno continuam centenas de bombeiros que tentam controlar as chamas que já destruirão cerca de 20 mil hectares de floresta. Vão poder contar com os meios aéreos vindos de França e Grécia para ajudar a dominar o fogo.

As condições meteorológicas são bem diferentes a norte e a sul de Itália: a queda de granizo apanhou de surpresa centenas de condutores. Além dos estragos nos carros, há ainda registo de vários feridos.

Na Bélgica, começaram as operações de limpeza para retirar a lama, depois das chuvas torrenciais que afetaram a região central da Europa.

Também em Inglaterra, as estradas, casas e estações de metro de Londres ficaram alagadas pelas inundações que atingiram a cidade.

Veja mais: