Mundo

Vaga de calor no sudeste da Europa agrava incêndios florestais na Turquia

Há registo de pelo menos 4 mortos e dezenas de feridos hospitalizados.

Milhares de bombeiros combatem, sem descanso, dezenas de fogos florestais que ameaçam estâncias balneares no Mediterrâneo e no mar Egeu.

Com a aproximação das chamas, várias unidades hoteleiras foram evacuadas. Em Marmaris, os turistas relatam a rapidez com que o fogo progrediu obrigando-os a procurar refúgio junto à linha de água.

A dimensão, e o facto de terem deflagrado quase em simultâneo, em locais distantes, levantam supeitas de fogo posto. As autoridades turcas garantem que os responsáveis não vão escapar à justiça.

O presidente Tayyip Erdogan acredita que o combate às chamas está a seguir uma direção positiva, mas muitos já foram obrigados a recomeçar do zero.

A vaga de calor que está a afetar o sudeste da Europa está a agravar estes incêndios. Na Grécia, deverá manter-se até ao final da próxima semana.

Em contraste com o calor no mediterrâneo oriental, no sul do Brasil, uma frente fria fez os termómetros dos estados de Santa Catarina e Rio Grande do Sul, descerem abruptamente com algumas regiões a registar temperaturas de sete graus negativos.

Veja também: