Mundo

Guterres avisa: o mundo está em grande perigo

Loading...
Clima, guerra e fome marcaram o discurso do secretário-geral da ONU na Assembleia-Geral.

O planeta está em perigo e paralisado. Aproxima-se um inverno de descontentamento global. Os líderes mundiais não podem ter ilusões e devem agir já. Este foi o aviso de António Guterres na abertura da Assembleia-Geral da ONU, em Nova Iorque.

Guterres falou sobre a fome no mundo, a guerra na Ucrânia e os outros grandes conflitos, mas foi a crise climática que mereceu atenção especial do secretário-geral da ONU.

“Os poluidores devem pagar. E hoje apelo a todas economias desenvolvidas que taxam os lucros extraordinários das companhias de combustíveis fósseis. Estes fundos devem ser distribuídos pelos países mais afetados pela crise climática e pelas pessoas que estão a sofrer com a subida dos preços”, disse Guterres.

Depois de Guterres, o Presidente do Brasil foi o primeiro estadista a discursar. Jair Bolsonaro assumiu-se como líder de uma potência mundial. Apelou ao cessar-fogo na Ucrânia, defendeu a exploração da Amazónia e a agricultura intensiva.

Em Nova Iorque, a duas semanas das presidenciais brasileiras, Bolsonaro aproveitou ainda para fazer campanha contra Lula da Silva.

A primeira manhã da Assembleia-Geral da ONU ficou ainda marcada pelo discurso do Presidente da Turquia. Tayyip Erdogan sublinhou o papel de Ancara como capital mediadora no conflito ucraniano e apelou a um acordo de paz, digno, para Kiev e Moscovo.

Últimas Notícias
Mais Vistos