Mundo

O "erro" de Liz Truss, segundo Joe Biden

O "erro" de Liz Truss, segundo Joe Biden
Carolyn Kaster
Presidente dos EUA falou sobre a política fiscal do Reino Unido e apontou o dedo à primeira-ministra britânica.

O Presidente dos Estados Unidos considerou "um erro" a decisão do Reino Unido de abandonar o plano de redução de impostos, numa crítica invulgar à política interna de um dos aliados mais próximos.

"Não fui o único a pensar que foi um erro", disse aos jornalistas, durante uma paragem no estado de Oregon, para promover a candidatura da candidata democrata ao governo, Tina Kotek, quando os Democratas enfrentam críticas do Partido Republicano sobre política económica.

"Discordo com a política, mas isso é com o Reino Unido", salientou.

Loading...

Para Joe Biden, "era previsível" que a nova primeira-ministra britânica, Liz Truss, fosse forçada a abandonar os planos de redução agressiva de impostos, sem identificar economias de custos, com proposta que causou grande agitação nos mercados financeiros globais.

Por outro lado, o Presidente norte-americano disse estar preocupado com a possibilidade das políticas fiscais de outros países prejudicarem os EUA no contexto de uma "inflação mundial".

Biden disse não estar preocupado com a força do dólar, que nas últimas semanas estabeleceu um novo recorde face à libra britânica. A posição da moeda norte-americana beneficia as importações, mas torna as exportações do país mais caras para o resto do mundo.

"Estou preocupado com o resto do mundo", disse. "O problema é a falta de crescimento económico e de uma política sólida nos outros países", indicou o Presidente norte-americano.

Últimas Notícias