Mundo

Elon Musk dissolve conselho do Twitter e torna-se o único diretor

Elon Musk dissolve conselho do Twitter e torna-se o único diretor
Godofredo A. Vásquez

Multimilionário planeia alterar a verificação de contas e já anunciou um "conselho de moderação de conteúdos".

O multimilionário Elon Musk dissolveu o conselho de administração do Twitter e tornou-se o "único diretor" da empresa. A decisão foi tomada na quinta-feira como parte da compra da plataforma.

Os membros anteriores foram retirados do cargo, deixando apenas Musk como diretor.

O conselho incluía, ao todo, nove diretores, entre eles Bret Taylor, presidente, e o executivo-chefe destituído, Parag Agrawal.

Alterações

O novo proprietário do Twitter planeia alterar a verificação de contas dos utilizadores. O plano que está a ser delineado passa pela alteração do serviço de assinatura de cinco dólares por mês - o chamado "Twitter Blue" - por um serviço mais caro que inclui a certificação de conta, segundo o The Verge, citado pelo The Independent.

Ou seja, a taxa mensal está prevista aumentar de cinco para 20 dólares e incluir, para além dos serviços do "Twitter Blue", a verificação da conta.

O "Twitter Blue" neste momento está apenas disponível nos EUA, Canadá, Austrália e Nova Zelândia e permite aos utilizadores ter recursos diferentes, como marcar e desmarcar tweets como favoritos ou a ativação do modo de leitura para visualizar posts longos.

Anunciou ainda a criação de um "conselho de moderação de conteúdos", que vai ficar incumbido de decidir o restauro de determinados perfis suspensos pela administração anterior daquela plataforma.

Musk concluiu a compra do Twitter por um valor de 44 mil milhões de dólares (valor semelhante em euros). Desta forma, os acionistas da empresa vão receber 54,20 dólares (cerca de 54,4 euros) por cada ação e a rede social passará a ser propriedade do filantropo.

Últimas Notícias
Mais Vistos