Opinião

"É uma surpresa a saída no dia da entrega de um Orçamento"

A análise de Ricardo Costa à exoneração de Mário Centeno do cargo de ministro das Finanças.

Mário Centeno apresentou esta terça-feira a demissão do cargo de ministro das Finanças, sendo que a sua exoneração foi aceite por Marcelo Rebelo de Sousa, como foi confirmado numa nota publicada no site da Presidência.

Ricardo Costa, numa análise à saída de Centeno da pasta das Finanças, considerou que o momento é uma "surpresa" tendo em conta que ocorre "no dia da entrega de um Orçamento".

Relativamente à possibilidade da saída, Ricardo Costa considera que era esperada por "toda a gente".

Veja também: