País

Homem constituído arguido por maus tratos a animais em Soure

Terá baleado um cão que invadiu um terreno do qual será proprietário.

Um homem de 58 anos foi constituído arguido e sujeito a termo de identidade e residência por alegadamente ter infligido maus tratos a animais, em Soure, distrito de Coimbra, anunciou esta sexta-feira a GNR.

De acordo com uma nota do Comando Territorial da GNR em Coimbra, enviada à agência Lusa, um homem foi constituído arguido, na quinta-feira, por "suspeita da prática do crime de maus tratos a animais, na localidade de Soure".

O arguido, que, entretanto, ficou "sujeito à medida de coação de termo de identidade e residência", terá baleado um cão que invadiu um terreno do qual ele será proprietário.

A detenção do suspeito ocorreu no âmbito de uma "investigação por maus tratos a animais, que decorre termos no Departamento de Investigação e Ação Penal de Coimbra.

Um canídeo ter-se-á introduzido "num terreno alheio e, alegadamente, o proprietário do terreno baleou-o gravemente", refere ainda GNR.

Dando cumprimento a dois mandados de busca domiciliária, militares da GNR, através do Núcleo de Investigação de Crimes e Contraordenações Ambientais, apreenderam, ainda no âmbito da mesma operação, duas caçadeiras, 36 cartuchos e uma cartucheira em cabedal.

Lusa

  • “Vamos a Jogo” acompanhou Luís Filipe Vieira no dia da reconquista
    15:21
  • Visíveis - Ruca
    31:30