País

PS rompe com PSD e pede novamente à esquerda acordo sobre Lei de Bases da Saúde

PS rompe com PSD e pede novamente à esquerda acordo sobre Lei de Bases da Saúde

Rui Rio culpa o PS pelo fim das negociações.

O presidente do PSD acusou esta sexta-feira o PS de fazer “negociações simuladas” na Lei de Bases da Saúde e avisa que o partido "não é muleta da geringonça", mas assegura que mantém abertura a consensos partidários no futuro.

O presidente do PSD reiterou que o partido apenas pretendia revisitar três áreas da Lei de Bases da Saúde - a gestão, os direitos dos cidadãos e a saúde pública e bem-estar – e deu como exemplos de matérias que o PSD queria incluir o reconhecimento do direito aos cuidados continuados e paliativos.

Para Rui Rio, “fica claro quem está de boa fé e quer defender o interesse das pessoas e quem está apenas com preocupações da pequena tática partidária e que ganha poder tendo negociações simuladas”.