País

Meios aéreos reforçam combate ao fogo em Vila de Rei e Mação

Meios aéreos reforçam combate ao fogo em Vila de Rei e Mação

60% da área está dominada.

O incêndio que deflagrou no sábado em Vila de Rei e que afeta Mação tem 60% da sua área dominada, afirmou hoje o Comandante do Agrupamento Centro Sul, salientando que o fogo é extenso e arde em terreno difícil.

O incêndio de Vila de Rei (Castelo Branco), que durante a noite passou também a afetar o concelho de Mação (Santarém), "tem cerca de 60% da sua área dominada", afirmou Belo Costa, ressalvando que este fogo tem uma "dimensão bastante apreciável" e o trabalho dos operacionais "é dificultado pelo tipo de terreno" onde arde.

"Estamos empenhados e a redefinir uma estratégia intensa para resolver o incêndio o mais rapidamente possível", frisou o Comandante do Agrupamento Centro Sul da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC).

A combater o fogo, com cabeça de incêndio em Mação, estão mais de 700 operacionais, a grande maioria dos corpos dos bombeiros, apoiados ao início da manhã por oito meios aéreos, informou, sublinhando que não há localidades em perigo.

Já os dois incêndios que lavravam no concelho da Sertã desde sábado foram dominados durante a noite, mantendo-se os operacionais no terreno para garantir que não há reativações durante o dia.

Os três incêndios no distrito de Castelo Branco provocaram sete feridos ligeiros e um grave.