País

Rosa Grilo justifica destruição de provas para proteger o filho da morte do pai

Rosa Grilo justifica destruição de provas para proteger o filho da morte do pai

Alegações finais no caso do homicídio de Luís Grilo voltaram a ser adiadas.

Dois inspetores da Polícia Judiciária e um perito do laboratório da Polícia Científica voltaram a tribunal no caso do homicídio do triatleta Luís Grilo. A viúva, Rosa Grilo, confessou que “fez tudo mal do princípio ao fim” e que se arrepende de não ter partilhado com a família que o marido tinha sido assassinado.