País

Enfermeiros de Lisboa e Vale do Tejo em greve pelo descongelamento das carreiras

PAULO NOVAIS

Está prevista uma concentração junto à sede da Administração Regional, em Lisboa, esta manhã.

Os enfermeiros da Administração Regional de Saúde de Lisboa e Vale do Tejo estão em greve está quinta-feira.

Em causa estão sobretudo as progressões na carreira. O Sindicato dos Enfermeiros Portugueses diz que cerca de 2.800 enfermeiros não têm o processo de descongelamento concluído.

À falta de resposta aos dois pedidos de reunião dirigidos ao presidente do Conselho Diretivo (CD) da ARSLVT, em agosto e outubro, os enfermeiros decidiram reunir à porta do organismo porque entenderam "que era altura de ter resposta e resolução dos problemas colocados".

O Sindicato dos Enfermeiros Portugueses irá ainda entregar um caderno reivindicativo dirigido ao presidente do CD da ARSLVT, onde constam várias questões, algumas das quais já se arrastam há mais de dois anos e para as quais ainda não apresentou qualquer solução até à data.