País

Morreu o embaixador José Cutileiro

O embaixador José Cutileiro (à direita) com o Presidente da Hungria, Arpad Goencz, numa visita a Budapeste em 1999.

LAJOS SOOS/ AP

O Presidente da República lamentou a morte de José Cutileiro este domingo, aos 85 anos.

O embaixador José Cutileiro morreu hoje em Bruxelas, onde vivia, disse à Lusa a sua mulher. O diplomata, de 85 anos, encontrava-se hospitalizado, acrescentou a mesma fonte.

Cronista e escritor, José Cutileiro foi um dos negociadores da adesão de Portugal à União da Europa Ocidental (UEO) e integrou a equipa de coordenação da Conferência de Paz para a Jugoslávia, em 1992.


Entre 2001 e 2003 foi enviado especial das Nações Unidas para a Bósnia Herzegovina e para a Sérvia, entre outros cargos relevantes ao longo da sua carreira.

Marcelo destaca papel de José Cutileiro na diplomacia e na cultura

José Cutileiro ocupou vários lugares em representação de Portugal e ainda cargos internacionais, como secretário-geral da União da Europa Ocidental (UEO), entre 1994 e 1999.

Iniciou a carreira diplomática a convite de Mário Soares, como adido cultural na embaixada de Portugal em Londres.

Antropólogo de formação, José Cutileiro foi também professor na London School of Economics.