País

Rui Rio considera que Estado "deve assumir controlo efetivo" da TAP

"Deve ter o controlo quem mete o dinheiro. Deviam ter sido os privados, mas não quiseram meter. Teve de ser o Estado".

O líder do PSD disse que o Estado tem de assumir o controlo efetivo da TAP, para que a companhia aérea possa ser salva.

Rui Rio lembrou que os trabalhadores da TAP não sofreram os mesmos cortes nos salários durante a pandemia que todos os outros trabalhadores em regime de layoff no país.

Costa salienta acordo para controlo do Estado e alinhamento com Humberto Pedrosa

O primeiro-ministro considerou hoje que foi melhor para a TAP haver acordo e não recurso à nacionalização, e salientou que agora há controlo do Estado na gestão da empresa, com um alinhamento com o acionista privado, Humberto Pedrosa.


Esta posição foi assumida por António Costa em conferência de imprensa na Assembleia da República, depois de ter sido questionado sobre a nova situação acionista da TAP.