País

Berardo inaugura novo museu financiado em 75% com fundos europeus

Berardo deve 900 milhões, mas diz que não tem dívidas. Abriu hoje mais um museu com o seu nome.

O Museu Berardo Estremoz abre no sábado com aquela que é considerada a "maior e mais importante" coleção privada de azulejos de Portugal, e vai abrir ao público, com entrada gratuita, temporariamente, a partir de domingo.

Na apresentação aos media, Joe Berardo ironizou sobre a penhora da sua pensão e disse que é um empréstimo que faz à Caixa Geral de Depósitos. Em onde apresentou o novo projeto, o empresário reafirma que não tem dívidas.