País

MAI abre inquérito ao incêndio de Oliveira de Frades onde morreu um bombeiro

O ministro da Administração Interna determinou hoje a abertura de um inquérito ao incêndio que deflagrou no concelho de Oliveira de Frades, no distrito de Viseu, onde morreu um bombeiro no combate às chamas.

O ministro da Administração Interna determinou hoje a abertura de um inquérito ao incêndio que deflagrou no concelho de Oliveira de Frades, no distrito de Viseu, onde morreu um bombeiro no combate às chamas.

Fonte oficial do Ministério da Administração Interna (MAI) disse à agência Lusa que Eduardo Cabrita pediu o inquérito à Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC).

Um bombeiro, da corporação de Oliveira de Frades, morreu hoje enquanto combatia um incêndio naquele concelho do distrito de Viseu.

O bombeiro estava desaparecido desde o início da tarde, tendo fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro confirmado à Lusa a sua morte cerca das 16:00.

Segundo ANEPC, este incêndio que lavra desde as 11:24 no concelho de Oliveira de Frades estava a ser combatido, às 17:30, por 321 operacionais, apoiados por 97 viaturas e 12 meios aéreos.