País

Rede Europeia Anti-Pobreza apela ao estreitamento de laços entre o Estado e as instituições

Padre Jardim Moreira, presidente da Rede Europeia Anti-Pobreza em Portugal, apela a uma concertação entre instituições para que as respostas sejam adequadas à realidade.

A pandemia fez disparar o número de pessoas que necessitam de apoio alimentar em Portugal.

Desde março até maio o número de pessoas que tiveram de pedir apoio alimentar terá ultrapassado as 100 mil, um flagelo ainda sem a resposta adequada, segundo a Rede Europeia Anti-Pobreza.

A Rede explica que já apresentou um projeto de estratégia nacional ao Governo e apela ao estreitamento de laços entre o Estado e as instituições de proximidade.

O padre Jardim Moreira, presidente da Rede Europeia Anti-Pobreza em Portugal, apela a uma concertação entre instituições para que as respostas sejam adequadas à realidade.

Veja também: