País

Ministério Público quer apurar a origem do surto de legionella

Foram diagnosticados 72 casos de infeção pela bactéria, 39 dos quais estão internados.

O Ministério Público abriu um inquérito para apurar as causas do surto de legionella no distrito do Porto. Há mais cinco pessoas infetadas, num total de 72 casos diagnosticados. Há 39 pessoas internadas e já morreram sete doentes desde o final de outubro.

A origem do surto é ainda desconhecida. As autoridades já fizeram recolha de amostras em torres de refrigeração de fábricas e centros comerciais situados entre o sul do concelho de Vila do Conde e o norte de Matosinhos, mas ainda não encontraram o foco da doença .

Segundo a lei, é obrigatório registar as torres de refrigeração numa plataforma eletrónica, mas, segundo a página da Direção Geral de Saúde, dois anos depois, ainda não está em funcionamento. A plataforma deveria agregar dados de manutenção, funcionamento de equipamentos e desvios nos valores de referência da bactéria legionella.

  • 3:09