País

Chef Ljubomir Stanisic recebe primeira estrela Michelin

Facebook Ljubomir Stanisic

Guia Michelin atribui uma estrela a dois restaurantes de Lisboa.

Os restaurantes lisboetas '100 Maneiras' e 'Eneko Lisboa' foram distinguidos com uma estrela do Guia Michelin, enquanto o 'São Gabriel' (Almancil) perdeu a estrela que detinha, por ter fechado no final de 2019, foi anunciado esta segunda-feira.

As duas novas estrelas para estes dois restaurantes de Lisboa são as novidades portuguesas do Guia Michelin Espanha e Portugal 2021, anunciado esta noite numa cerimónia virtual a partir de Madrid.

Portugal passa a contar, assim, com um total de sete restaurantes com duas estrelas ('cozinha excecional, merece o desvio') e 21 com uma estrela ('cozinha de grande nível, compensa parar'), mais um do que na edição de 2020.

O restaurante '100 Maneiras' é liderado pelo chef Ljubomir Stanisic, que no início deste mês fez uma greve de fome de quase uma semana no âmbito do Movimento "Sobreviver a Pão e Água", que pretendia ser recebido pelo Governo para debater soluções para o setor da restauração e similares, face ao impacto causado pela pandemia de covid-19.

O restaurante 'Eneko Lisboa', que abriu em Lisboa em setembro de 2019, garante assim a sexta estrela Michelin ao chef basco Eneko Atxa. O estabelecimento na capital portuguesa "traz a filosofia" do 'Azurmendi', perto de Bilbau (três estrelas Michelin - 'uma cozinha única, justifica a viagem'), proporcionando "boa comida com matizes locais", como é descrito na página oficial do restaurante.

Quanto ao 'São Gabriel', sai do guia ibérico na sequência do seu encerramento, anunciado em novembro de 2019 pelo seu então responsável, o chef Leonel Pereira, devido à mudança de proprietários.

Portugal continua sem ter nenhum restaurante com a classificação máxima do Guia Michelin, que este ano também manteve o número de três estrelas em Espanha -- 11.

Entre as novidades em Espanha, subiram à categoria das duas estrelas três restaurantes -- 'Bo.TiC' (Corçà, Girona), 'Cinc Sentits' (Barcelona) e 'Culler de Pau' (O Grove, Pontevedra) -- e 19 alcançaram a primeira estrela.

No total, o Guia Espanha e Portugal 2021 contempla 11 restaurantes com três estrelas (inalterados em relação a 2020), 38 com duas estrelas (três novos) e 203 com uma estrela (21 novos).

Noutra categoria do Guia Michelin, os 'Bib Gourmand' (uma ótima relação qualidade/preço), há cinco novidades em Portugal: 'Avista' (Funchal), 'CHECK-In Faro' (Faro), 'O Javali' (Bragança), 'O Frade' (Lisboa) e 'Semea by Euskalduna' (Porto).

No conjunto dos dois países, há 53 novos restaurantes nesta categoria, perfazendo um total de 300 estabelecimentos.

Há ainda 105 novos estabelecimentos que recebem a distinção 'O Prato Michelin', uma categoria lançada em 2017 e que "constata uma cozinha de qualidade e representa um reconhecimento do trabalho e serviço oferecido nessa casa". No total, há 880 restaurantes na Península Ibérica com esta classificação.

A gala de apresentação do Guia Michelin Espanha e Portugal 2021 decorreu hoje à noite na Real Casa de Correos, em Madrid, numa cerimónia transmitida de forma virtual, devido à pandemia de covid-19.

Esta é a lista dos restaurantes portugueses distinguidos pelo Guia Michelin em 2021:

Uma estrela

100 Maneiras (Lisboa, chef Ljubomir Stanisic)
A Cozinha (Guimarães, chef António Loureiro)
Antiqvvm (Porto, chef Vítor Matos)
Bon Bon (Carvoeiro, chef Louis Anjos)
Eleven (Lisboa, chef Joachim Koerper)
Eneko Lisboa (Lisboa, chefs Eneko Atxa e Lucas Bernardes)
Epur (Lisboa, chef Vincent Farges) - novidade
Feitoria (Lisboa, chef João Rodrigues)
Fifty Seconds by Martín Berasategui (Lisboa, chef Filipe Carvalho) - novidade
Fortaleza do Guincho (Cascais, chef Gil Fernandes)
G Pousada (Bragança, chef Óscar Gonçalves)
Gusto by Heinz Beck (Almancil, chef Libório Buonocore)
LAB by Sergi Arola (Sintra, chef Sergi Arola e Vlademir Veiga)
Largo do Paço (Amarante, chef Tiago Bonito)
Loco (Lisboa, chef Alexandre Silva)
Mesa de Lemos (Viseu, chef Diogo Rocha) - novidade
Midori (Sintra, chef Pedro Almeida)
Pedro Lemos (Porto, chef Pedro Lemos)
Vista (Portimão, chef João Oliveira)
Vistas (Vila Nova de Cacela, chef Rui Silvestre) - novidade
William (Funchal, chefs Luís Pestana e Joachim Koerper)

Duas estrelas

Alma (Lisboa, chef Henrique Sá Pessoa)
Belcanto (Lisboa, chef José Avillez)
Casa de Chá da Boa Nova (Leça da Palmeira, chef Rui Paula) - novidade
Il Gallo d'Oro (Funchal, chef Benoît Sinthon)
Ocean (Alporchinhos, chef Hans Neuner)
The Yeatman (Vila Nova de Gaia, chef Ricardo Costa)
Vila Joya (Albufeira, chef Dieter Koschina)