País

Vaga de frio. Queda de neve surpreende várias cidades do Alentejo

As baixas temperaturas vão manter-se durante a próxima semana.

Portugal está em aviso amarelo por causa do frio. A maioria dos distritos do norte, centro e interior volta a registar mínimas negativas durante este sábado, sendo o distrito da Guarda o que apresenta as temperaturas mais baixas.

A massa de ar frio que chegou do interior da Europa nos últimos dias voltou a trazer a neve à vila de Almeida, no distrito da Guarda. O manto branco que cobriu a localidade candidata a Património Mundial da UNESCO não surpreendeu a população, que está habituada a ter esta visão nesta altura do ano.

Mas a sul, em Arraiolos, o fenómeno foi uma surpresa difícil de ignorar. Em Évora, a GNR captou a primeira queda de neve na cidade desde 2009. O cenário repetiu-se em todos os concelhos do distrito alentejano e espalhou-se pelo alto Alentejo até Portalegre.

Uma situação rara que não surpreendeu os especialistas do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), que já tinham colocado todos os distritos de Portugal continental sob aviso amarelo por causa do frio.

Segunda e terça-feira são os dias onde se vão registar as temperaturas mais baixas desta vaga de frio. O IPMA prevê que o termómetro possa descer até aos 7 graus negativos nas Penhas Douradas na terça-feira.

A Direção-Geral de Saúde alerta que é provável que o frio tenha efeitos sobre a mortalidade nos próximos dias. Por isso, recomenda evitar a exposição ao frio e manter as casas quentes, sem esquecer os cuidados habituais com os aquecimentos a combustão, como as braseiras ou lareiras.

A necessidade de manter as casas quentes levou a um consumo de eletricidade e de gás nas últimas semanas: foi atingido o nível mais alto dos últimos 10 anos. Devido à sobrecarga, várias zonas do país têm tido falhas de energia.