País

Tribunal decide condenação de suspeito de atear mais de 60 fogos, incluindo a canil em Santo Tirso

Homem foi condenado a seis anos de cadeia por quatro fogos e não foi considerado responsável pelo incêndio que matou dezenas de animais.

O homem que estava acusado de ter ateado o fogo que matou dezenas de animais num canil em Santo Tirso foi, esta quinta-feira, ilibado deste crime. O Tribunal condenou-o ainda assim a seis anos de cadeia por outros quatro incêndios na região.

Estava acusado de provocar 62 fogos no norte do país durante o verão do ano passado, mas acabou condenado por apenas quatro. Vai cumprir seis anos de prisão efectiva.

O electricista de 30 anos foi ilibado de 58 crimes de incêndio, entre eles um que deflagrou em julho de 2020, em Valongo e que veio a atingir um canil ilegal na Serra da Agrela, em Santo Tirso.

  • 14:54