País

Santos Populares. Sem bandeirolas nem assadores, ruas de Alfama estão em silêncio

Moradores falam em tristeza e mágoa pelo segundo ano sem arraiais.

A população de Alfama lamenta que, pelo segundo ano consecutivo, não haja arraiais de Santo António, mas a maioria percebe a decisão, tendo em conta o número de casos de covid-19 na capital.

Por esta altura, as festas já teriam começado no bairro, logo no início de junho, mas pelo segundo ano consecutivo não haverá arraiais.

Este ano, em Alfama, não há bandeirolas e os assadores estão recolhidos. Sem turismo, o comércio e a restauração ressentem-se.

A população entende as razões, mas assume a tristeza e a mágoa. Nas ruas, outrora à pinha, ouvem-se agora os lamentos entre os passos esporádicos e o silêncio.