País

Dezenas de enfermeiros em protesto no Porto

Ana Veloso

Ana Veloso

Repórter de Imagem

Lúcia Amorim

Lúcia Amorim

Editora de Imagem

Criticam o Governo por não criar condições para manter os profissionais no setor público e dizem que se sentem cada vez mais desvalorizados.

Cerca de meia centena de enfermeiros fecharam esta quarta-feira de manhã a rua Santa Catarina, uma das principais vias do Porto onde se situa a ARS Norte. Os profissionais de saúde manifestaram-se pela progressão nas carreiras e por aumentos salariais.

O Sindicato dos Enfermeiros de Portugal considera que o Governo desvaloriza os enfermeiros, uma acusação que se intensificou depois da saída de 50 profissionais de saúde do IPO de Lisboa só no último mês.

Com o fim do estado de emergência deixou de estar em vigor a regra que impede os profissionais de saúde de abandonarem o SNS.

De acordo com o Sindicato dos Enfermeiros de Portugal, se a situação se mantiver e se não for agendada uma reunião, no dia 1 de julho haverá uma concentração nacional de enfermeiros em frente ao Ministério da Saúde.