País

O que terá levado à detenção de Joe Berardo e do advogado André Luiz Gomes?

A análise do jornalista Diogo Cavaleiro. 

Joe Berardo foi detido por suspeitas de burla, fraude fiscal e branqueamento de capitais. A SIC sabe que Berardo é um dos dois detidos no âmbito de uma operação do DCIAP e da PJ aos créditos ruinosos da CGD. O segundo detido é o advogado André Luiz Gomes. O jornalista do Expresso, Diogo Cavaleiro, faz a análise das informações numa altura em que a operação está em curso.

O processo decorre há cerca de cinco anos e investiga alegados crimes de administração danosa, burla qualificada, fraude fiscal e branqueamento de capitais.

Em comunicado, a Polícia Judiciária adianta que decorrem nesta altura cerca de 50 buscas em vários pontos do país, nomeadamente Lisboa, Funchal e Sesimbra. Na operação participam 180 elementos da PJ, Autoridade Tributária, Ministério Público e juízes de instrução criminal.

Em causa estão quatro operações de financiamento com a CGD entre 2006 e 2009 no valor de 439 milhões de euros. O grupo económico de Joe Berardo tem incumprido os contratos e recorrido a mecanismos de renegociação e restruturação de dívida para não amortizar nesta altura, o grupo económico já causou um prejuízo de quase mil milhões de euros ao banco público, ao Novo Banco e também ao BCP.