País

Portugueses detidos em Gijón conhecem hoje medidas de coação

Os quatro suspeitos de violarem duas jovens em Espanha permanecem em prisão preventiva.

Os quatro portugueses suspeitos de abuso sexual contra duas jovens espanholas nas Astúrias deverão conhecer hoje as medidas de coação.

Os homens permanecem em prisão preventiva depois de terem sido ouvidos em tribunal.

Alegam que os atos foram consentidos, ao contrário da versão das vítimas que os acusam de ser autores de uma violação múltipla na madrugada de sábado.

À polícia, as duas jovens espanholas de 22 e 23 anos disseram que foram agredidas e forçadas a ter relações sexuais com os quatro portugueses. Tudo aconteceu sem que os vizinhos se apercebessem.

Segundo o relato das vítimas, no caminho para a pensão juntou-se um outro homem e, ao chegarem à sala, encontraram dois outros portugueses que as obrigaram a manter relações sexuais com todos eles.

Posteriormente, as jovens foram transferidas para o hospital de Gijon para serem submetidas a um exame médico.

  • Vamos falar de jejum: era capaz de ficar 16 horas por dia sem comer?

    País

    O jejum intermitente é um regime alimentar que impõe um período de restrição alimentar. Existem vários modelos, mas o mais conhecido é dividido em 16 horas de jejum e oito horas em que pode comer livremente. Os especialistas reconhecem benefícios nesta prática, mas afirmam que a investigação científica ainda é escassa.

    Exclusivo Online

    Filipa Traqueia