País

Enfermeiros do Centro Hospitalar Universitário do Algarve pedem escusa de responsabilidade

Pelo menos 30 enfermeiros da urgência assinaram a carta enviada à administração.

A sobrecarga de trabalho levou cerca de metade dos enfermeiros da urgência no Centro Hospitalar Universitário do Algarve (CHUA) a pedir escusa de responsabilidade, uma salvaguarda legal para o caso de algum atendimento correr mal.

Assoberbados com trabalho, esses profissionais avançam com escusa de responsabilidade para efeitos legais, numa altura em que estarão no Algarve cerca de um milhão e duzentas mil pessoas.

A administração do CHUA reconhece as dificuldades, mas não tem como prometer soluções. Há dinheiro para contratar mais enfermeiros mas faltam profissionais no mercado de trabalho.

O Centro Hospitalar Universitário do Algarve conta com 1.700 enfermeiros, mas por norma, entre baixas, isolamento ou férias, é sempre preciso substituir cerca de uma centena.

Apesar dos turnos e horas a mais de quem está de serviço, o CHUA garante aos utentes que podem confiar nos serviços.

Diariamente são atendidas na urgência, em Faro, cerca de 300 pessoas. Para aliviar a pressão, o Centro Hospitalar Universitário do Algarve tem tentado disseminar o atendimento por várias estruturas ao longo da região, nomeadamente nos principais centros de saúde.

► Veja mais:

  • 4:21