País

João Rendeiro tenta evitar prisão 

Decisão transita em julgado em setembro.  

A poucos dias de terminar o prazo para se apresentar às autoridades para cumprir 5 anos e 8 meses de prisão a que foi condenado, João Rendeiro poderá ainda tentar evitar que a decisão de torne definitiva.

O ex-presidente da Associação Transparência e Integridade fala em manobras dilatórias e já pediu esclarecimentos ao Conselho Superior da Magistratura.

João Rendeiro foi condenado por falsidade informática e falsificação de documentos, em sete crimes relacionados com a adulteração da contabilidade do BPP, através de um esquema que lesou o banco que viria a cair em 2010.